Quando o assunto é tecnologia, as instituições financeiras costumam sair na frente, adotando grande parte das inovações dessa área. Isso é fácil de ser percebido quando analisamos como eram os serviços bancários há alguns anos e como eles são hoje. As tendências tecnológicas desse setor sempre surpreendem ao buscar modernizar e facilitar a vida de quem necessita dos serviços dos bancos.

Você costuma estar atento às tendências tecnológicas do setor bancário? Pois saiba que algumas delas não podem ser ignoradas. Neste artigo, mostraremos a você 4 dessas tendências que merecem a sua atenção. Continue lendo e confira!

1. A conectividade da internet das coisas

Esse é um dos conceitos mais atuais quando o assunto é tecnologia e conectividade. A IoT (sigla para a expressão, em inglês, Internet of Things), que vem crescendo a cada dia, é uma tendência presente também no setor bancário.

Com uma quantidade cada vez maior de dispositivos e objetos conectados à internet, a utilização de serviços bancários passará a ser ainda mais fácil e interativa. A influência da internet das coisas tende a estimular o aprimoramento de tecnologias já existentes bem como a criação de novas soluções, para as mais variadas demandas nesse setor.

2. O papel das fintechs

Nos últimos anos o mundo tem assistido a ascensão de novos modelos de serviços bancários, e o exemplo maior disso são as fintechs.

Essas startups de serviços financeiros — a exemplo do Nubank e Banco Original — vêm se fortalecendo no mercado com uma proposta inovadora, que promete quebrar a hegemonia dos grandes bancos. Com a prestação de serviços bastante similares às tradicionais instituições financeiras, as fintechs tendem a consolidar algumas outras características nesses serviços, como a facilidade de acesso e a redução drástica nos custos, a partir de uma ampla utilização de meios digitais para exercer suas atividades.

Essa é, sem dúvida alguma, uma tendência que merece ser acompanhada, pois está em acelerada expansão e não deve demorar muito para que se estabeleça como o padrão no mercado financeiro, visto que as vantagens para o consumidor são muitas.

3. A consolidação da computação em nuvem

Essa é uma das tendências tecnológicas do setor bancário que tende a se acentuar muito. Se hoje ela já é bastante utilizada, imagine só como será a sua utilização no futuro?

A adoção da computação em nuvem traz muitos benefícios aos bancos em si, mas também geram reflexos positivos aos usuários. Ela permite que as instituições façam um atendimento com alta disponibilidade, ou seja, em qualquer lugar e horário, além de proporcionar uma maior flexibilidade, permitindo o uso de diferentes dispositivos para que o cliente acesse os serviços.

4. A adoção da Inteligência Artificial

O que antes era tido como coisa de filmes de ficção, hoje já se torna palpável e com aplicabilidade.

O mercado financeiro, como dito, tende a sair na frente quando o assunto é inovação tecnológica. Nesse contexto, a AI (artificial intelligence) poderá ser uma tendência para um futuro próximo. A adoção desse conceito é, sem dúvida, um grande marco na prestação de serviços bancários, em que estes serão ainda mais interativos, precisos e com uma grande capacidade de antever as necessidades humanas.

Essa pode ser a chave para serviços cada vez mais ágeis, seguros e personalizados e cada vez menos dependentes de auxílio humano, pois as máquinas poderão assumir, de forma autônoma, as funções antes exercidas por funcionários dos bancos, por exemplo.

Por fim, essas são algumas tendências a que você deve estar atento. Algumas delas já estão disponíveis atualmente. Contudo, não deve demorar para que as outras também passem a ser empregadas.

E aí, o que achou desse artigo sobre as tendências tecnológicas do setor bancário? Já teve alguma experiência com as novas tecnologias? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o tema? Deixe seu comentário!